Mental Job

Pesquisadores britânicos descobriram que falar chinês exige mais do cérebro do que falar inglês ou outras línguas européias. Pessoas que falam mandarim são obrigadas a usar os dois lados do cérebro para se comunicar, ao invés de apenas um. Leia mais aqui.

Posted in Ciência.

Alex Mandarino

Leave a Reply

Your email address will not be published.